Lição número um do gerenciamento de crises: admitir o erros

Gostei de ver o Ministro da Defesa, Nelson Jobim, pedir desculpas às mães dos três jovens do Morro da Providência mortos após entregues por 11 militares a traficantes do Morro da Mineira, no Rio. É a lição número um do gerenciamento de uma crise. O mesmo que fez Ronaldo quando foi flagrado com travestis. Admitiu o erro. Que venha a lição número dois: buscar justiça para os culpados, a número três melhorar a educação que foi dada ao tenente e aos amigos destes meninos assassinados, a número quatro, cinco... Educação consistente. Não esta que é dada ao garoto Mateus, de 11 anos, morador do Vale Encantado, que vai à escola e não consegue aprender a escrever seu nome ainda. Foi o que vi na semana passada numa oficina de fotografia que fizemos na comunidade. Muito triste.

  • Mensuração de resultados em Marketing: Esplendores do Vaticano, O Mágico de Oz, Tudo por Um Por Star, Kirov, O Rei Leão, Débora Colker, Barbaridade e vários outros.
  • A Árvore de Natal da Bradesco Seguros, a maior árvore de Natal flutuante do mundo, passa a ser notícia no mundo.
  • Cristo redentor é eleito uma maravilha do mundo moderno com 800 mil votos, o terceiro mais votado.
  • Seis livros escritos para clientes.
  • Mais de 130 juízes eleitorais treinados.