Brasileira apresenta no Chile novos paradigmas da comunicação

A jornalista Simone Barros Rabello e mais 83 brasileiros irão se apresentar no IV Congresso Panamericano de Comunicação – “Creatividad, Industrias Culturales y Desafíos para los Comunicadores” entre os dias 22 e 24 de outubro, em Santiago, no Chile. Muito chique isso de conhecer gente que faz palestra no exterior. Foram 200 trabalhos selecionados, 42% deles são brasileiros. O tema do trabalho dela é “Comunicação integrada - processos criativos com as novas mídias”. Interessante ver nossos pensadores sendo reconhecidos na América Latina. Simone me antecipa seu trabalho: “a construção de uma nova comunicação integrada passa pelo agrupamento de fatores como conteúdos múltiplos e dinâmicos, equipes multidisciplinares, realinhamento de processos, informação em tempo real e interatividade. Novos empreendimentos em comunicação devem estar atentos à crescente relevância das novas mídias. A comunicação criativa é fator fundamental para que se desenvolvam os novos processos organizacionais. O atual cenário de grandes e constantes mudanças tecnológicas afeta diversas áreas do saber, a vida em sociedade e a comunicação. Por meio de redes globais constitui-se o elo de novos paradigmas”. Quem quiser entrevistar os brasileiros e saber o que mais falarão, pode obter mais detalhes com Francisco Javier Mas Fernández, Coordenador do IV Congresso. Seus telefones são: (56-2)3281373 - 3281400 e o email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. O que você tem visto de interessante por aí? Traga para cá para debatermos.

  • Seis livros escritos para clientes.
  • A Árvore de Natal da Bradesco Seguros, a maior árvore de Natal flutuante do mundo, passa a ser notícia no mundo.
  • Mais de 130 juízes eleitorais treinados.
  • Mensuração de resultados em Marketing: Esplendores do Vaticano, O Mágico de Oz, Tudo por Um Por Star, Kirov, O Rei Leão, Débora Colker, Barbaridade e vários outros.
  • Cristo redentor é eleito uma maravilha do mundo moderno com 800 mil votos, o terceiro mais votado.