Feel like I'm going to loose my mind

Assisti ontem a mais um show inesquecível. Sempre lembro de todos os do Rock in Rio, Hollywood Rock, Free Jazz. No Prince eu estava no palco. O do Pet Shop Boys ficará para sempre nas minhas lembraças. Nem sou tão apaixonada por escutar a Madonna em casa mas é preciso reconhecer que a apresentação dela é imperdível. A ginástica que a popstar faz pulando corda, escorregando, dançando e a animação computadorizada em telões espalhados pelo palco com muitas luzes vale cada real de quem pagou. Fui até o Maracanã de metrô com um amiga contemporânea dos tempos de Cambridge, Simone Abramoff, que tinha quatro convites e me convidou para ir de graça na cadeira especial estrategicamente posicionada em frente ao palco. Fomos e voltamos com tranquilidade, nos divertindo com fãs, turistas de Minas, Paraná e de vários estados. Assistir no gramado dá a sensação de estar mais dentro do show, pelo menos foi o que senti no Police, no ano passado, mas a cadeira tem uma visão do alto ímpar e ainda banheiros vazios e bar bem perto. "Border line", "La isla bonita" e várias outras canções foram cantadas numa sequência de duas memoráveis horas. Recomendo ir de metrô e fugir do engarrafamento nos próximos shows. Obrigada Simone! Se eu conseguir postar vídeo algum dia no blog, prometo postar. O que mais você gostou no show?

Estante Virtual: livros semi-novos a preços justos

Tenho comprado livros no www.estantevirtual.com.br. Muito legal! Veja os números:
35 milhões de buscas (10 por segundo nos horários de pico)
800 mil pedidos, envolvendo mais de 1 milhão de livros vendidos (!!!)
523 novos sebos cadastrados, chegando já a 1.200, 80% dos sebos brasileiros!
225 mil novos leitores cadastrados, atingindo já 4.480 cidades, 80% dos municípios brasileiros
3,3 milhões de livros cadastrados online
E o preço! 1,5 milhão de livros até R$12, prontos para democratizar a leitura já.
Há livros novinhos. Recomendo.

"A DOR DA CRISE", por Nadia Rebouças

Acabei de receber um artigo da minha professora de graduação da PUC na década de 80, Nádia Rebouças. Adorei e compartilho com vocês. Foi publicado no Boletim Informativo Boomerang, 62, dezembro de 2008. Nádia era considerada uma das melhores professoras. Sempre inteligente, sensata, sensível e observadora. E continua assim. Ao final acrescento poucas palavras para que este post não fique muito longo.

"A DOR DA CRISE

“Não é o mais forte da espécie que sobrevive, nem o mais inteligente; é o que melhor se adapta às mudanças”.

Charles Darwin

Você já viveu a experiência de estar dançando, totalmente entregue ao ritmo da música, e de repente a orquestra parar? Você fica com aquele olhar de interrogação, tentando parar os movimentos e encontrar o movimento certo para parar.

Pois é...esse é o instante que estamos vivendo. Tardiamente estávamos pensando que o tal futuro do Brasil tinha chegado. Nós estávamos no centro do movimento espiralado, descobrindo nossa auto-estima e encontrando nos nossos corações um protagonismo para chegar lá: no global.

E então a orquestra parou de repente. Estamos sendo chamados a compartilhar prejuízos dos quais não participamos da construção. Ao contrário, estávamos distraídos construindo nosso futuro quando a realidade mudou.

A música parou e agora ouvem-se ruídos, tudo desafinado. Entraram na partitura: o medo, a certeza das incertezas, a necessidade de nossos planejamentos, a revisão de projetos, fins de contrato, redução de equipes, férias sem planos, a intensa rádio corredor e os sussurros. A recomendação dos corredores é o silêncio, quanto mais desaparecidos melhor. Estamos naquele triste momento em que somos tentados a esconder todas as nossas humanidades para desempenharmos somente nossos “papéis” dentro das organizações. A dor está presente nos empregados e nos líderes. Todos agora fazendo parte de uma nova espiral, aquela onde falta uma música com o mínimo de harmonia.

E o que fazer? Como viver a dor? Como entender a dor? Ódio dos americanos que não pagaram seus créditos imobiliários? Não. Nossa consciência pode ir além. Entender que estamos numa oportunidade, num turning point. Independente da crise ser mais dolorida para uns do que para outros, todos nós estamos envolvidos num novo momento histórico: o momento de se dar conta dos limites e em que o papel das empresas se transforma. Limite da fantasia econômica que dominou a última década, do esgotamento do planeta, do fim da euforia do dinheiro de mentira, do consumo sem sentido, da incapacidade de pensar sistemicamente, do desperdício, da inconsistência de nosso sistema. Como e em que condições partiremos para a nova etapa, se ainda está para ser construída? Só precisamos ter claro que nós todos somos responsáveis por essa construção dos próximos passos. As vozes do consumidor, do cliente e dos empregados serão importantes, como foi a do eleitor na principal economia mundial, tão poderosa que parou a orquestra aqui no Brasil e no mundo todo.

E a comunicação, o que pode fazer por isso? A comunicação, como já sabemos,deixa de ser responsabilidade apenas de um departamento. A comunicação vem ganhando dimensões sistêmicas, envolvendo a cadeia produtiva e as comunidades da qual as empresas fazem parte. O papel das lideranças se acentua. Estão muitas vezes sofrendo e ao mesmo tempo precisam enxergar novas oportunidades. Mesmo que precisem mudar os planos, precisem demitir em algum momento, deverão ser capazes de motivar suas equipes. Há muito que já está difícil administrar as incertezas e a sobrecarga de trabalho.

A melhor alternativa é não fingir que estamos num momento especial. Mais uma vez a transparência e o diálogo são os trilhos seguros para dar sentido às dores que podem se seguir. Agir com consciência produzindo mais consciência. Uma comunicação fluida, que perceba que crise tem gestão e mais ainda, que crise contém oportunidades. Ela pode não estar visível, mas está ali. Mais do que nunca o momento exige uma comunicação de qualidade. Conversa. Falar e aprender a ouvir. É preciso agora uma comunicação que dê sentido à desaceleração, como acontece com as ondas do mar. Recua e toma força para nova onda.

Monitorar o clima, apoiar os que se vão, apoiar nosso próprio desânimo para sair em busca das alternativas. Elas sempre existem e não nos faltarão dessa vez. O Brasil definitivamente sentirá a crise, mas num momento da espiral que estamos mais confiantes no nosso protagonismo.

Comunicação é oxigênio, essa é a mensagem da Rebouças & Associados para todos que estão liderando em meio às transformações, procurando os novos ritmos confiando que, todos nós, às vezes precisamos de choques para aprender. E certamente a humanidade necessita se transformar profundamente para perceber que os velhos modelos não nos levarão à tão desejada sustentabilidade.

Menos, menos!
Uma forma de pensar e agir está se esgotando, vamos torcer pelo parto do novo mundo.

Nádia Rebouças".

Nadia, todos os dias podemos criar novas oportunidades. O ser humano é assim dizia um tio meu de 86 anos. Hoje recebi um telefonema de uma amiga falando do programa http://www1.folha.uol.com.br/folha/dimenstein/noticias/gd260308a.htm, que sua cunhada e amigos estão fazendo parte. Ela me telefonou porque sabe do trabalho que temos de geração de renda, inclusão social e preservação ambiental na Comunidade do Vale Encantado, na Floresta da Tijuca, perguntando se há alguma escola estadual pela região. Surgem aí frentes novas para economistas, educadores, psicólogos, pedagogos, professores. E por que não para outros outros gestores financeiros? E por que não para comunicadores relacionarem-se com todos estes stakeholders? Como dizia a música, nada do que foi será do jeito que já foi um dia, tudo muda o tempo todo no mundo... Comente aqui idéias criativas que você tenha visto de empresas, que tenham iniciado projetos inovadores apesar da crise financeira mundial.

Uma dica especial de Buenos Aires

Uma amiga de infância, Elisa Sesana, acaba de mandar um email com uma sugestão interessante: " oiê, para quem vai para Buenos Aires nas férias, ou mesmo para ficar
mais tempo, é uma excelente opção. Sai muito mais em conta do que um
hotel, além de ser um charme. Cabem até 4 pessoas, mas para um casal é
perfeito. Na parte cool de São Telmo, a Rua Defensa, quase na esquina
da Carlos Calvo. Estará livre em 02 de janeiro de 2009.
Veja: http://www.enbuenosaires.com/departamento-san-telmo-16950_es_AR.htmlRepasse a dica aos amigos. Já faz um tempo que não vou a Buenos Aires, mas adoro. Na última vez, me baseei no roteiro sugerido pela minha tia, agente de turismo com muito bom gosto e que está sempre por lá. Anote:

RESTAURANTES:

RECOLETA
 LOLA - Roberto M. Ortiz c/ Calle Guido 4802-3023- antiga cozinha francesa
 SAN JUANITO - Posadas 1515 - 4804-2909
 LA BIELA - Calçadão / Av. Pres. Quintana - café tradicional
 SORVETE FREDO - Av. Quintana / Ayacucho - doce de leite
 LA CABALERIZA – tipo churrascaria


PUERTO MADERO

 LA CABALERIZA - Alícia Moreau Justo 580 - 4514-4444, purê de batata doce, churrasco.
 CABANA LAS LILAS – bem em frente ao rio, churrasco, imperdível

LAS CANITAS – A rua Baez é uma badalação – vários restaurantes e grande movimento à noite
 NOVECENTOS - Baez – em frente ao Santino – super legal
 MORELIA - Baez 260 - 4772-0329 - pizza na brasa

 EH! SANTINO - Baez 194 - 4779-9060 - espagueti/mexilhões alho e azeite - massas

 SOUL CAFÉ - Baez 246 - 4778-3115 – mais tarde - taças de vinho

 LOTUS NEO THAI - + duas quadras Baez - Nº maior à direita- Ortega Y Gasset nº 1782 - 4771-4449 - lagostins c/ leite de coco e tamarindo jantar exótico.


PALERMO VIEJO

 BAR URIARTE - Uiarte 1572 - 4834-6004 - badalação à noite- lounge

 PLAZOLETA CORTAZAR - perto Jorge L. Borges e Honduras – Café Malazartes - Honduras 4999

 JANIO - Malábia 1805 - 4833-6540 - Ambiente Simples mas bastante badalado – Bife à Milanesa fantástico - Plaza Palermo Viejo

 CALLE COSTA RICA - nº 4592 - Sorveteria Gula nº 4615 - La Finca- loja de vinhos do autor (pequenas vinícolas de Mendoza)
 DOMINGAS – Honduras 5615 ( Palermo Viejo )
 GIULIA Restaurante – Tel 47803603
 BAR SEIS – Armenia 1600


BELGRANO

 SUCRE - Belgrano - Rua Sucre 676 - 4782-9082- Bar e restaurante estilo lounge – Maravilhoso – Comida Internacional.

SAN TELMO

 PAPPA DEUS - Passage Betlen 423 - Plaza Dorrego - 4361-2110

 EL DESNÍVEL - 3 Quadras (p.p. deus) Defensa 855 - 433-981 Churrascaria / Botequim - 4300-9081

EXTRAS
 BRUNCH DO HOTEL ALVEAR

 CAFÉ TORTONI - Av. De Maio 825 - Entre Piedras e Tacuari - 5411-4342- show de tango à noite– Necessário reserva - Tradicional chocolate com churros
 GRANDE BAR DANZON - Liberdade 116 entre Santa Fé e Arenales - Divisa entre Recoleta e Barrio Norte - Jantar e bela carta de vinhos. Tel - 48111108


BUENOS AIRES (Compras)

RECOLETA
 Av. Alvear - Grifes internacionais- Hermes 1981, Zegna 1920, Versace 1901, Ralph Lauren 1780, Louis Vuitton 1751, Empório Armani 1750, Kenzo 1551, Nina Ricci 1539.

 PATIO BULRICH - POSADAS 1257

 Buenos Aires design - Pueyrredon / Libertador


CASA GUIDO – A 200 metros do hotel Alvear – OS MAIS BELOS MOCASSINS

CALLE FLORIDA – Muito decadente, mas abre aos Domingos a Galeria Pacífico que ainda é razoável.

SAN TELMO
 Feira aos Domingos - Antiguidades, shows de tango, música e vários bares e restaurantes.
Tem uma choperia na praça, bem interessante onde toda hora entra um tangueiro e começa a cantar.


RESTAURANTES TRADICIONAIS EXCELENTES:

La Cabaña : De carnes maravilhosas – Calle Rodríguez
Tomo Uno : Calle Pelegrino dentro do hotel PanAmericano
Au Bec Fin: ( Francês) Calle Vicente Lopes ( Entre Callao e AYACUCHO)


Algumas dicas de VINHOS:
Ruttini ( Bodega La Rural )
Angélica Zapata ( Catena Zapata)
Finca la Anita
Caduz e Dom Nicanor ( Bodega Nieto Senetiner)

E você, tem alguma dica legal de Buenos Aires ou de algum outro lugar?

Microsoft vê 2009 positivo no Brasil

Minha mãe me diz sempre que sou muito otimista e sonhadora, que o mundo não é tão cor de rosa assim. Em mais um momento que só se lê notícias ruins, compartilho com você uma matéria que gostei de ler, produzida pela Reuters. É importante dar todos os créditos.
"Microsoft vê 2009 positivo no Brasil e lança ajuda a empresas
Por Alberto Alerigi Jr.
SÃO PAULO (Reuters) - A Microsoft espera um crescimento do faturamento no Brasil em seu ano fiscal de 2009 e deve manter os investimentos em relação a este ano, apostando que o país crescerá mais que a média mundial, afirmou nesta terça-feira o presidente da empresa no Brasil, Michel Levy.
Com um discurso otimista de que a crise financeira internacional cria "oportunidades de negócios", o executivo prefere chamar o momento atual de "rearranjo" ou "transformação" da economia, em que setores que antes da crise vinham perdendo com o dólar se desvalorizando contra o real passaram a ganhar, enquanto o inverso aconteceu com os segmentos econômicos que até setembro estavam se beneficiando da força da moeda brasileira.
Evitando falar em números precisos de faturamento e investimentos, o chefe da operação brasileira da maior empresa de software do mundo afirmou que "sem dúvida vamos nos beneficiar de nosso momento de expansão no Brasil".
A companhia ampliou seu quadro de pessoal em cerca de 30 por cento nos últimos dois anos no país, ampliando seus escritórios de 8 para 14 e o total de funcionários para 550.
"O atual momento é para nós momento de acelerarmos nosso crescimento para capturarmos as oportunidades que estão surgindo. Atuamos agora no Brasil todo e, enquanto clientes de um setor podem ir mal, outros vão bem", disse Levy. O executivo participou de anúncio de programa da Microsoft para apoio ao crescimento de empresas iniciantes de tecnologia.
Ele citou como exemplo setores calçadistas e de móveis com foco em exportação, que estão sendo beneficiados com a desvalorização do real diante da moeda norte-americana--de 7,1 por cento nos últimos 30 dias. "Estive em uma reunião (com clientes) na semana passada em que não ouvi a palavra crise nenhuma vez", afirmou o executivo.
Em compensação, Levy citou impactos sentidos em setores vinculados mais diretamente ao crédito como financeiro, automotivo e construtoras, mas não deu mais detalhes.
"Creio que a oportunidade agora está em produtos de mobilidade e que são capazes de reduzir custos (...)", disse o executivo sobre tecnologias como virtualização, em que a capacidade de servidores pode ser melhor aproveitada com o uso de vários sistemas operacionais no mesmo equipamento. "Tecnologia da Informação é uma necessidade absoluta para a competitividade."
APOIO A PEQUENOS
O programa lançado pela companhia nesta terça-feira, Microsoft SOL, tem como meta apoiar empresas embrionárias que desenvolvem produtos ou serviços baseados em software, seja de código proprietário ou livre.
A iniciativa de três anos fornecerá às empresas iniciantes, por preço simbólico de 100 dólares, um pacote com 55 programas da Microsoft e consultoria de negócios online e, para empresas selecionadas, consultoria presencial.
Perguntado sobre se a época para o lançamento do programa, marcada por escassez de crédito, é adequada, o presidente da Microsoft Brasil afirmou que "o momento é bom sim. Mostra confiança no estímulo ao conhecimento. Não estamos olhando para o curtíssimo prazo."
E o diretor de inovação e novas tecnologias da empresa, Carlos Ferreira, emendou: "É um programa para empresas embrionárias, que precisam de um mínimo de recursos técnicos para seu desenvolvimento. Normalmente neste estágio muito pouco capital é exigido."
A companhia investiu nos últimos cinco anos 85 milhões de reais em iniciativas de promoção ao desenvolvimento de software no país e conta com 21 centros de inovação em 9 Estados do Brasil.
(Edição de Taís Fuoco)". Mande para mim outras notícias que você gostou de ler por aí.

Jornalista francesa visita Vale Encantado

No sábado, a jornalista francesa, Kakie Roubaud, esteve no Vale Encantado, um projeto que participo de inclusão social, geração de renda e preservação ambiental. Em http://www.contact-emploi-collectivites.fr/esp_divers/debats/debats-publics-details.asp?debId=21 podemos conhecer um pouco mais do trabalho dela. Aos poucos, o projeto fica mais e mais conhecido. A antropóloga Caterine Reginensi, Enseignant Chercheur, de GRECAU -ENSAT -Toulouse, também na França, voltou no domingo passado ao seu país em busca de acertar a papelada com o Ministério da Cultura da França para fazer seu Pós-Doutorado aqui, um trabalho de preservação da memória da comunidade patrocinado por eles, muito legal! Estamos em busca de verbas em várias frentes. Quando sair alguma, eu conto. Se você está em busca de bons projetos socioambientais, me fale também, por favor. E visite http://www.vale-encantado.org.

Os melhores blogs do Brasil e do mundo

Recomendo ler a Revista Época de hoje, que traz os melhores 80 blogs do Brasil e do mundo na visão de especialistas ouvidos por eles. http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI17282-15204,00-OS+BLOGS+QUE+VOCE+NAO+PODE+PERDER.html. Eu, particularmente, gosto de vários que já listei aqui no blog e tantos outros que ainda não tive tempo mas estão nos favoritos do meu computador. Destaco um independente da grande mídia: http://andreysgorla.wordpress.com/, muito útil para quem busca investidores para projetos sociais.

Quer mais espaço para armazenamento de seus dados?

Não precisamos comprar computadores com mais memória nem HDs externos. Estamos livres! Veja http://www.adrive.com. Ele dá 50 GB de espaço gratuito. É bastante espaço para armazenamento de nossos arquivos. Comente aqui descobertas de sites interessantes.

Novo moderador na Rede Brasileira de Jornalistas Ambientais

Por unanimidade Efraim Neto foi escolhido moderador da Rede Brasileira de Jornalistas Ambientais. Conheça mais sobre o que ele pensa em http://efraimneto.zip.net e comente aqui também o que você acha da cobertura do tema na imprensa.

Que Paes faça o melhor governo de todos os tempos

Vocês repararam que o número de abstenções no Rio de Janeiro mais os votos brancos e nulos somaram 27,13%, o maior percentual em todos os municípios onde houve segundo turno? E que o número de abstenções no Rio só perdeu para São Luis, no Maranhão, e Anápolis, em Goiás? Fiquei feliz que Kassab teve 54% a mais de votos que Marta, em São Paulo. Foram 3.790.558 contra 2.452.527. Muitas análises precisam ser feitas a partir dos resultados dar urnas. Deixa eu ir que tenho que finalizar um informativo para a Bradesco Seguros e Previdência, divulgar um seminário da FGV, ligar para o para o Serra para agendar uma reunião com um cliente, ver uma pesquisa para a Global Industries e buscar novos trabalhos. Vida de empreendedora. No aguardo de comentários, desejo ótima semana a todos, em especial, do fundo do coração, que o prefeito eleito do Rio, Eduardo Paes, faça o melhor governo de todos os tempos mesmo tendo apenas 27.500 votos a mais que Gabeira. Sim porque se 27.500 tivessem votado em Gabeira, a eleição teria empatado. Adorei a capa de O Globo de hoje que estimula os leitores a guardar suas promessas para que lembremos de cobrá-lo.

Mais Artigos...

  • Cristo redentor é eleito uma maravilha do mundo moderno com 800 mil votos, o terceiro mais votado.
  • Seis livros escritos para clientes.
  • Mais de 130 juízes eleitorais treinados.
  • A Árvore de Natal da Bradesco Seguros, a maior árvore de Natal flutuante do mundo, passa a ser notícia no mundo.
  • Mensuração de resultados em Marketing: Esplendores do Vaticano, O Mágico de Oz, Tudo por Um Por Star, Kirov, O Rei Leão, Débora Colker, Barbaridade e vários outros.